RMMG - Revista Médica de Minas Gerais

Número Atual: 31

 

Artigo Original

1 - Efetividade do tratamento antirretroviral após 12 e 66 meses em centro de referência para pessoas vivendo com HIV, Belo Horizonte, Minas Gerais - 2012 a 2018

Effectiveness of antiretroviral treatment after 12 and 66 months at a reference centre for people living with HIV, Belo Horizonte, Minas Gerais; 2012-2018

Mariana Amaral Raposo; Júlio César Miranda; Nathalia Sernizon Guimarães; Unaí upinambás

Rev Med Minas Gerais 2021; 31:e-31101

A terapia antirretroviral (TARV) promoveu reduções drásticas na morbidade e mortalidade de pessoas vivendo com HIV (PVH). A utilização adequada da TARV requer monitoramento contínuo para avaliar a resposta terapêutica e identificar eventos adversos relacionados à administração a longo prazo. Trata-se de um estudo de coorte, realizado em centro de referência em doenças infecciosas, Belo Horizonte, Minas Gerais, com o objetivo de avaliar a efetividade da TARV entre 2012 e 2018. A população do estudo foi composta por 82 PVH que tiveram indicação para início da TARV entre janeiro a dezembro de 2012. A efetividade da TARV, definida como carga viral < 50 cópias/mL, foi de 75,6% e 80,5% após 12 e 66 meses de seu início, respectivamente. Os casos de falha terapêutica continham em prontuário informações sobre má-adesão e/ou abandono. Apesar da introdução tardia da TARV, a resposta terapêutica foi melhor às estimadas pelo Ministério da Saúde e semelhante a estudos de eficácia, demonstrando efetividade da TARV nos períodos analisados. Estes dados ratificam que a política brasileira de enfrentamento da epidemia de HIV/ Aids, de distribuição universal, é exitosa e deve ser mantida e aprimorada para evitar eventuais falhas terapêuticas.

Palavras-chave HIV; Terapia Antirretroviral de Alta Atividade; Efetividade; Carga viral

The antiretroviral therapy (ART) has caused a significant reduction in morbidity and mortality in people living with HIV (PLH). The appropriate use of the ART demands continuous monitoring in order to assess the therapeutic response and identify adverse events related to medium and long-term ART exposure. The aim of this study is to evaluate the effectiveness of ART between 2012 and 2018. It is a prospective cohort study carried out at a reference centre of infectious diseases in Belo Horizonte, Minas Gerais - Brazil. The population of this study was composed of 82 PLH who had indication for the beginning of ART between January and December 2012. The effectiveness of ART, defined as viral load < 50 copies/mL, was of 75.6% and 80.5% after 12 and 66 months, respectively. The cases of treatment failure registered in medical records had information of poor adhesion and abandonment of treatment. In spite of the late introduction of ART in this population, the therapeutic response was better than the values described by Ministry of Health and similar to efficacy studies. These data ratify that the Brazilian public policies of combating HIV/AIDS epidemic, of universal distribution, have been successful and must be kept and improved to avoid possible treatment failures.

Keywords HIV; Antiretroviral Therapy, Highly Active; Effectiveness; Viral Load

2 - Avaliação do Escore de Wilson e do Teste de Mallampati modificado como preditores de difícil intubação orotraqueal: Estudo transversal

Evaluation of the Wilson risk-sum and the modified Mallampati Test as predictors of difficult orotracheal intubation: Cross-sectional study

Maurício José da Silva Neto; Maurício José da Silva Júnior; Eduardo Brunelli de Souza Ferreira; Fernanda Sandrelly da Silva; Gabriela de Melo Amaral; Gustavo Brunelli de Souza Ferreira Paiva; Maria Alice Gonçalves Souza; Márcio Heitor Stelmo da Silva; Leda Marília Fonseca Lucinada

Rev Med Minas Gerais 2021; 31:e-31102

INTRODUÇÃO: A consulta pré-anestésica é de extrema importância para o médico anestesiologista no planejamento do manejo das vias aéreas de pacientes sob o efeito de anestesia geral com intubação orotraqueal (IOT).
OBJETIVO: Avaliar a sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo/negativo (VPP/VPN) de testes de predição de IOT difícil (Escore de Wilson - EW, e Teste de Mallampati modificado - TMM), em pacientes submetidos à anestesia geral, em hospital filantrópico do interior de Minas Gerais.
MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo descritivo transversal, por meio de fichas pré-anestésicas e transoperatórias, de pacientes submetidos à anestesia geral com IOT, entre os meses de janeiro (2019) e março (2020).
RESULTADOS: Dos 440 pacientes, 56,1% necessitaram de IOT: média de idade de 49,9 anos (desvio padrão 18,6). A maioria foi classificada: TMM classe I e II; pontuação 0 a 2 no EW; distância esternomentoniana >12,5 cm, sugerindo IOT fácil. Apenas o TMM apresentou correlação com IOT difícil (p=0,045). Sensibilidade e especificidade dos testes respectivamente: TMM (54,6%;75,9%); EW (36,4% e 79,7%); baixo VPP (TMM: 9,5%; EW: 7,7%) e alto VPN (TMM: 97,3%; EW: 96,4%). Curva ROC: área sob a curva foi de TMM = 0,68; EW = 0,60.
CONCLUSÃO: Apesar do TMM apresentar correlação significativa com a IOT difícil, não foi possível definir o melhor teste preditor. Ressaltamos que a sensibilidade e o VPP, de ambas as avaliações, ficaram abaixo daquilo que seria considerado adequado para um teste de rastreio e predição.

Palavras-chave Teste Mallampati modificado; Escore de Wilson; Distância Esternomentoniana.

INTRODUCTION: A pre-anesthetic appointment is extremely important for the anesthesiologist when planning the management of the airways of patients under the effect of general anesthesia with orotracheal intubation (OTI).
OBJECTIVE: To evaluate the sensitivity, specificity, positive/ negative predictive value (PPV/NPV) of difficult OTI prediction tests (Wilson risk-sum - WRS, and Modified Mallampati Test - MMT) in patients undergoing general anesthesia in a philanthropic hospital in the countryside of the state of Minas Gerais.
MATERIALS AND METHODS: Descriptive cross-sectional study using pre-anesthetic and transoperative records of patients submitted to general anesthesia with OTI between the months of January (2019) and March (2020).
RESULTS: Of the 440 patients, 56.1% required OTI: average age of 49.9 years (standard deviation 18.6). Most classified: MMT class I and II; score 0 to 2 on the WRS; sternomental distance greater than 12.5 cm, suggesting easy OTI. Only MMT showed statistical significance with difficult OTI (p=0.045). Sensitivity and specificity of the tests respectively: MMT (54.6%; 75.9%) WRS (36.4% and 79.7%) low PPV (MMT: 9.5%; WRS: 7.7%) and high NPV (MMT: 97.3%; WRS: 96.4%). ROC Curve: area under the curve was MMT = 0,68; WRS = 0,60.
CONCLUSION: Although the MMT has a significant correlation with the difficult OTI, it was not possible to define the best predictor test. We emphasize that the sensitivity and PPV of both evaluations were below what would be considered adequate for a screening and prediction test.

Keywords Modified Mallampati test; Wilson risk-sum; Sternomental distance.

Revisão

3 - Cirurgia ortopédica e Covid: quais os riscos e perspectivas?

Orthopedic surgery and Covid: risks and perspectives

Ingrid Morselli Santos; Carlos Guilherme Alvim Costa Leite

Rev Med Minas Gerais 2021; 31:e-31201

A pandemia revolucionou a assistência médica global de uma maneira sem precedentes e com repercussões inimagináveis. A prática diária ortopédica foi significativamente afetada. O trauma e a ortopedia estão na linha de frente do coronavírus, uma vez que as operações ortopédicas de emergência ainda estão entre os procedimentos cirúrgicos de emergência mais comuns. No entanto, as indicações cirúrgicas foram reformuladas, com casos eletivos sendo adiados. De acordo com as diretrizes propostas pela Academia Americana de Cirurgiões Ortopédicos (AAOS) e Colégio Americano de Cirurgiões (ACS) as cirurgias eletivas devem ser criteriosamente adiadas, dependendo do local, prevalência de COVID-19 e disponibilidade de recursos. Estudos demonstraram que a chance do paciente que será operado ser portador assintomático do SARS-Cov-2 é de 0,07%, cerca de 1 em 1.400. A partir dessa informação, calcula-se que a chance de um paciente assintomático evoluir a óbito devido a COVID-19 após cirurgia ortopédica é de 1 em 7.000 casos. O risco de morte em cirurgia eletiva em um contexto de pandemia por COVID-19 serão cumulativos; no entanto, o risco do COVID-19 será menor do que o risco de morte por todas as causas em um determinado ano.

Palavras-chave Coronavirus; Ortopedia; Procedimentos Cirúrgicos Operatórios.

The COVID-19 pandemic has revolutionized global health care in an unprecedented way and with unimaginable repercussions. Daily orthopedic practice was significantly affected. Trauma and orthopedics surgeries are at the forefront of coronavirus, since emergency orthopedic operations are still among the most common emergency surgical procedures. However, surgical indications have been reformulated, with elective cases being postponed. According to the guidelines proposed by the American Academy of Orthopedic Surgeons (AAOS) and American College of Surgeons (ACS), elective surgeries should be carefully postponed, depending on the location, prevalence of COVID-19 and availability of resources. Studies have shown that the chance that the patient to be operated on will be asymptomatic with SARS-Cov-2 is 0.07%, about 1 in 1,400. From this information, it is estimated that the chance of an asymptomatic patient evolving to death due to COVID-19 after orthopedic surgery is 1 in 7,000 cases. The risk of death from elective surgery in a context of a COVID-19 pandemic will be cumulative; however, the risk of COVID-19 will be less than the risk of death from all causes in a given year.

Keywords Coronavirus; Orthopedics; Surgical Procedures; Operative.

4 - Importância do diagnóstico diferencial de olho vermelho não traumático na atenção primária: uma revisão da literatura

Importance of differential diagnosis of non-traumatic red eye in primary care: a literature review

Bruno Avelar Miranda; Caroline dos Reis; Cristiane Samara Botteon

Rev Med Minas Gerais 2021; 31:e-31202

O olho vermelho é uma queixa oftalmológica frequente na atenção primária à saúde. Neste contexto, o objetivo desta revisão é descrever as principais patologias relacionadas a esse sinal na prática clínica, a fim de auxiliar os profissionais de saúde no diagnóstico, na condução dos casos, e na tomada de decisões quanto à necessidade de encaminhamento ao especialista. A maioria dos casos são benignos, porém, alguns apresentam risco de complicações e perda visual.

Palavras-chave Atenção primária à saúde; Anormalidades do olho; Saúde ocular.

The red eye is a frequent eye complaint in primary health care. In this context, the objective of this review is to describe the main pathologies related to this sign in clinical practice, in order to assist health professionals in the diagnosis, in the management of cases, and in making decisions regarding the need for referral to the specialist. Most cases are benign, however, some are at risk of complications and visual loss.

Keywords Primary health care; Eye abnormalities; Eye health.

Relato de Caso

5 - Excisão miometrial segmentar e reconstrução da parede uterina na preservação do útero na hemorragia pós-parto associada à placenta prévia e increta

Segmental Myometrial Excision and Uterine Wall Reconstruction in the Preservation of the Uterus in Post Partum Haemorrhage Associated with Placenta Previa and Increta

Álvaro Luiz Lage Alves; Lucas Barbosa da Silva; Carolina Nogueira de São José; Bruna Roque Ribeiro; Alice Moreira dos Santos Marques; Agnaldo Lopes da Silva Filho

Rev Med Minas Gerais 2021; 31:e-31401

A Hemorragia Pós-parto é a maior causa mundial de histerectomia periparto. Sua abordagem terapêutica deve ser efetuada por uma sucessão de procedimentos farmacológicos e cirúrgicos antes de se recorrer à histerectomia. O acretismo placentário se apresenta como a etiologia de hemorragia pós-parto que mais dificulta a preservação uterina. Sua incidência se relaciona estritamente com a elevação contemporânea das taxas de cesárea, com os demais procedimentos cirúrgicos no útero e com a implantação segmentar da placenta. Com isso, objetiva-se relatar um caso de placenta prévia central e increta tratado por meio de excisão miometrial segmentar com reconstrução da parede uterina durante cesariana. A abordagem cirúrgica foi instituída seguindo os passos de localização per-operatória da placenta, realização de histerotomia corporal alta transversa, extração fetal, confirmação clínica do incretismo placentário, manutenção da placenta in situ, ligadura bilateral dos ramos ascendentes das artérias uterinas, ressecção de todo o segmento uterino anterior invadido por cotilédones placentários, reconstrução da parede uterina, histerorrafia, salpingotripsia bilateral, revisão da cavidade abdominal e laparorrafia. A técnica cirúrgica adotada foi eficiente na obtenção do controle hemorrágico durante a cesariana e não foi associada a complicações per ou pós-operatórias.

Palavras-chave Hemorragia Pós-parto; Artéria Uterina; Cesárea; Mortalidade materna.

Postpartum Hemorrhage is the largest worldwide cause of peripartum hysterectomy. Its therapeutic approach must be performed by a succession of pharmacological and surgical procedures prior to hysterectomy. Placental accreta presents as the etiology of postpartum haemorrhage that makes uterine preservation more difficult. Its incidence is strictly related to the contemporary elevation of cesarean rates, other surgical procedures in the uterus and segmentar implantation of the placenta. We aim to report a case of central and increta placenta treated through segmental myometrial excision with reconstruction of the uterine wall during cesarean section. The surgical approach was instituted following the perioperative localization of the placenta, transverse corporal hysterotomy, fetal extraction, clinical confirmation of placental invasive aspects, maintenance of the placenta in situ, bilateral ligation of the uterine artery ascending branches, resection of the all anterior uterine segment invaded by placental cotyledons, reconstruction of the uterine wall, hysterorrhaphy, bilateral salpingotripsy, revision of the abdominal cavity and laparorrhaphy. The surgical technique adopted was efficient in obtaining hemorrhagic control during cesarean section and was not associated with per or postoperative complications.

Keywords Postpartum haemorrhage; Uterine Artery; Cesarean section; Maternal mortality.

6 - Tuberculose cutânea forma escrofuloderma: relato de caso

Scrofuloderma-shaped cutaneous tuberculosis: case report

Izabel Mello Rezende Valle; Estéfane Lorraine Martins Vasconcelos; Cláudia Gonçalves Magalhães; Ingrid Fátima Martins Vasconcelos; Laura Magalhães Reiff

Rev Med Minas Gerais 2021; 31:e-31402

INTRODUÇÃO: A tuberculose (TB) é uma doença infecciosa causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, transmitida a partir da via aérea de pacientes com a forma pulmonar ou laríngea, que atinge cerca de 10 milhões de pessoas no mundo por ano. A forma pulmonar é a mais comum, sendo a TB cutânea responsável por 1,5% dos casos.
DESCRIÇÃO DO CASO: Paciente 58 anos, masculino, apresentando síndrome consumptiva e abscessos em flanco direito, região pré-esternal e hemitórax direito há 60 dias, sem febre ou outros sintomas associados. Ao exame, apresentava lesão fibroelástica com aspecto similar a escrofuloderma. Análise histopatológica evidenciou processo inflamatório inespecífico sem sinais de malignidade. Cultura para fungos negativa e houve positivação da cultura para M. tuberculosis.
DISCUSSÃO: A TB cutânea é uma forma de apresentação rara de TB. Sua forma escrofuloderma é a mais observada em países em desenvolvimento. A lesão do escrofuloderma pode ser única ou múltipla. Todo paciente deve ser submetido a pesquisa de foco de TB subjacente, sendo a coexistência com um processo pulmonar ativo relativamente comum. O tratamento da TB cutânea inclui medidas gerais e terapia farmacológica por seis meses.
CONCLUSÃO: A tuberculose continua sendo uma doença prevalente em todo mundo. O Brasil está entre os 30 países de alta carga de TB, considerados como prioritários no mundo para controle da doença pela OMS. Nesse contexto, reconhecer as formas de apresentação da doença se torna cada vez mais importante. Devemos sempre nos lembrar da TB como um diagnóstico diferencial em nosso meio.

Palavras-chave Tuberculose; Tuberculose cutânea; escrofuloderma.

INTRODUCTION: Tuberculosis (TB) is an infectious disease caused by the bacterium Mycobacterium tuberculosis, transmitted from the airways of patients with pulmonary or laryngeal forms, which affects around 10 million people worldwide each year. The pulmonary form is the most common, with cutaneous TB responsible for 1.5% of cases.
CASE DESCRIPTION: A 58-year-old male patient, with consumptive syndrome and abscesses on the right flank, pre-sternal region and right hemithorax for 60 days, without fever or other associated symptoms. Upon physical examination, he presented fibroelastic lesion with an aspect similar to scrofuloderma. Histopathological analysis showed a nonspecific inflammatory process with no signs of malignancy. Culture for bacteria and fungi were negatives, while the culture for M. tuberculosis was positive.
DISCUSSION: Cutaneous TB is a rare form of TB. Its scrofuloderma form is the most observed in developing countries. The scrofuloderma lesion can be single or multiple. In every single patient, the underlying TB focus survey should be performed, coexistence with an active pulmonary process being relatively common. The cutaneous TB treatment includes general measures and pharmacological therapy for six months.
CONCLUSION: Tuberculosis remains a prevalent disease worldwide. Brazil is among the 30 countries with a high TB load, considered as priorities in the world for the control of the disease by WHO. In this context, recognizing the forms of presentation of the disease becomes increasingly important. We must always remember TB as a differential diagnosis in our environment.

Keywords Tuberculosis; cutaneous Tuberculosis; Scrofuloderma.

7 - Cisto Iridociliar Primário Espontâneo em Adulto: Relato de Caso

Primary Iridociliary Cyst: Case Report

Ariele Pinto Neves; Renan Albert Mendonça Rodrigues; Elisangela Medeiros Teixeira Barreto; Alaíse Pinto Neves; Darkyelle Ibiapina Martins

Rev Med Minas Gerais 2021; 31:e-31403

Cistos iridociliar são lesões raras, em geral assintomáticas de ocorrência esporádica. Caracteriza-se por lesões globulares originadas em epitélio de íris e corpo ciliar. Trata-se de um caso raro de cisto iridociliar de origem primária, sem relação traumática ou medicamentosa, em paciente adulto jovem. Foi-se realizado exame clínico em consultório oftalmológico com suspeita de lesão em topografia de olho esquerdo, confirmada posteriormente em exame de ultrassom de alta resolução,a biomicroscopia ultrassônica. O tratamento instituído foi de acompanhamento médico continuado, devido ao risco de evolução com comprometimento da saúde ocular, entre eles obstrução visual aguda e glaucoma por fechamento angular grave.

Palavras-chave Oftalmologia; Doenças da Íris; Acuidade Visual.

Iridociliary cysts are rare lesions, usually asymptomatic and sporadic. It is characterized by globular lesions originating in iris epithelium and ciliary body. It is a rare case of iridociliary cyst of primary origin, without a traumatic or medication relationship, in a young adult patient. A clinical examination was carried out in an ophthalmology office with suspicion of a lesion in the topography of the left eye, which was later confirmed in a high-resolution ultrasound examination, ultrasound biomicroscopy. The treatment instituted was continuous medical follow-up, due to the risk of progression with impaired eye health, including acute visual obstruction and glaucoma due to severe angular closure.

Keywords Ophthalmology; Iris Diseases; Visual Acuity.

8 - Placenta percreta com invasão de bexiga: um relato de caso

Percretal placenta with bladder invasion: a case report

Sarah Larissa Reis Fernandes; Isadora Carolina Calaça de Lima; Déborah Aline Alves Moreira; Mariana Silva Lobo; Heloisa Silva Guerra

Rev Med Minas Gerais 2021; 31:e-E0031

9 - Fotobiomodulação na síndrome de stevens-johnson: relato de caso

Photobiomodulation for stevens-johnson syndrome: case report

Juliana Carvalho Schleder; Juliana Lenzi; Júlia Caroline Pinheiro Charneski; Débora Melo Mazzo

Rev Med Minas Gerais 2021; 31:e-E0032

10 - Trombocitopenia imune associada à COVID-19: relato de caso e revisão de literatura

Immune thrombocytopenia associated to Covid-19: case report and literature review

Nathália Cristina de Jesus Pereira; Pollyanna Freire Barbosa Lima; Mariana Moreira Diniz; Karine Joice Faria; Hemanuelly Martins Rodrigues Berlinck; Ihan Bruno Lopes Rabelo

Rev Med Minas Gerais 2021; 31:e-E0033

Comentários ou Pontos de Vista

11 - Cuidados cirúrgicos durante a pandemia mundial do COVID-19: rotinas alternativas para minimizar os riscos

Surgical care during worldwide COVID-19 pandemic: alternative routines aimed at minimizing the risks

Vinícius Rodrigues Taranto Nunes; Júlia Salles Rezende Dias; Helbert de Paula Pupo Nogueira; Ana Carolina de Assis; Lígia Ferreira Brenck; Gabriella Lima Andrade; Milton Carlos Aguiar-Jr

Rev Med Minas Gerais 2021; 31:e-31701

A pandemia do COVID-19, causada por um novo coronavírus, tem preocupado autoridades e profissionais da saúde. Pouco se sabe ainda sobre a doença ou seu agente etiológico, motivo pelo qual muitas das condutas tomadas são empíricas. Os profissionais de saúde envolvidos no cuidado cirúrgico estão sujeitos a um grande risco, devido à exposição a diversos tipos de secreção. Os pacientes cirúrgicos também estão expostos a um risco elevado de contraírem a doença no pós-operatório, com repercussão na morbi-mortalidade. Portanto, alguns cuidados são fundamentais na prevenção, tanto para profissionais quanto para pacientes. Muitos serviços estão desenvolvendo seus próprios protocolos, com algumas diferenças, tendo em vista o baixo nível de evidência para as recomendações. Neste artigo apresentaremos algumas condutas sugeridas para o cuidado no pré, per e pós-operatório, de forma a minimizar os riscos envolvidos.

Palavras-chave COVID-19; Infecções por Coronavirus; Cirurgia geral.

The increasing pandemic of COVID-19, caused by a new coronavirus, has challenged authorities and health care professionals. Most preventive measures are empirical, due to the small amount of information on the disease and etiological agent so far. Surgical care professionals are exposed to a greater risk, owing to manipulation of all kind of discharge. Surgical patients are also at risk of developing this condition post-operatively, increasing their morbi-mortality. Hence, preventive care is vital both for professionals and patients. Each surgical team is developing its own protocol, with some differences between them, due to the low level of evidence for the recommendation. In this article we will present some suggested measures for the pre, per and post-operative care, in order to minimize the risks involved.

Keywords COVID-19. Coronavirus Infections. General Surgery.

Artigos de Revisão

12 - Sulfato de magnésio: principais utilizações na obstetrícia contemporânea

Magnesium sulphate: main uses in contemporary obstetrics

Tadeu Coutinho; Conrado Milani Coutinho; Larissa Milani Coutinho

Rev Med Minas Gerais 2021; 31:e-30211

O sulfato de magnésio tem sido utilizado em obstetrícia por décadas e milhares de mulheres já foram incluídas em ensaios clínicos que estudaram sua eficácia em uma variedade de condições gestacionais. Os principais usos do medicamento na atual prática obstétrica incluem prevenção e tratamento de convulsões eclâmpticas, prolongamento da gravidez para administração antenatal de corticosteroides e neuroproteção fetal na iminência de interrupção prematura da gravidez. Em função da alta qualidade e da consistência dos resultados de importantes ensaios clínicos, a indicação do sulfato de magnésio para profilaxia e terapia das convulsões eclâmpticas está bem estabelecida. Entretanto, tal unanimidade não ocorre com relação ao seu emprego como tocolítico, tanto pela discussão sobre sua efetividade quanto pelas doses mais altas usualmente utilizadas para esse fim. Em relação à importância do sulfato de magnésio como agente neuroprotetor fetal, a paralisia cerebral é a causa mais comum de deficiência motora na infância e tem como fator de risco mais importante a prematuridade, cuja incidência tem aumentado significativamente. Diretrizes nacionais e internacionais mais recentes, baseadas em resultados de ensaios clínicos randomizados e metanálises de boa qualidade, mostraram que a administração antenatal de sulfato de magnésio na iminência de parto pré-termo precoce é uma intervenção eficiente, viável, segura, com boa relação custo-benefício e pode contribuir para a melhoria dos desfechos neurológicos neonatais.

Palavras-chave Magnésio; Eclampsia; Tocólise; Neuroproteção; Paralisia cerebral.

Magnesium sulfate has been used in obstetrics for decades and thousands of women have already been included in clinical trials that have studied its effectiveness in a variety of gestational conditions. The main uses of the drug in current obstetrical practice include prevention and treatment of eclamptic seizures, prolongation of pregnancy for antenatal administration of corticosteroids, and fetal neuroprotection in the imminence of premature termination of pregnancy. Because of the high quality and consistency of the results of important clinical trials, the indication of magnesium sulfate for prophylaxis and therapy of eclamptic seizures is well established. However, such unanimity does not occur regarding its use as tocolytic, either by the discussion of its effectiveness or by the higher doses usually used for this purpose. Regarding the importance of magnesium sulfate as a fetal neuroprotective agent, cerebral palsy is the most common cause of motor deficits in childhood and has a significantly higher incidence of prematurity as a major risk factor. More recent national and international guidelines, based on results from randomized controlled trials and good quality meta-analyzes, have shown that the antenatal administration of magnesium sulfate at the imminence of early preterm delivery is a cost-effective, viable, efficient intervention and safe and can contribute to the improvement of neonatal neurological outcomes.

Keywords Magnesium; Eclampsia; Tocolysis; neuroprotection; Cerebral palsy.